Saúde do coelho: cuidados básicos e sinais de alerta

Saúde do coelho: cuidados básicos e sinais de alerta

Saúde do Coelho

Os coelhos são presas e por isso escondem os sintomas quando estão doentes. Muitas vezes, quando chegam a apresentar algum sintoma, é  por que a doença chegou a um estágio grave. Por isso é tão importante levá-los ao veterinário quando apresentarem qualquer sinal de doença.

A regra é clara: todo sintoma deve ser tratado como emergência máxima. As vezes ele pode ter apenas horas de vida e a intervenção de um médico veterinário competente é o que salvará a vida do orelhudo.

Dito isso, então cabe aos tutores e tutoras estarem sempre atentos. Deve-se observar cuidadosamente cada pequena mudança em sua personalidade e comportamento. Tudo pode ser indicativo de que estão doentes. Além disso, jamais automedique seu orelhudo. São animais sensíveis  e a dose errada pode não apenas agravar o quadro, como leva-lo ao óbito.

Para ajudá-los, nós estamos publicando um pequeno guia de com as principais doenças, sintomas e cuidados para manter seus orelhudos sempre com saúde, saltitantes e felizes. Ressaltamos que há muitos outros males que podem acometer os coelhos. Esses são apenas alguns dos mais comuns.

Estase intestinal / paralisia intestinal

A estase intestinal é provavelmente a doença mais comum que afeta os coelhos e uma das mais mortais. Ela é a paralisia do trato intestinal do coelho. Como principal sintoma, o orelhudo irá parar de comer e defecar.

O maior risco de morte acontecerá quando a temperatura do coelho começar a cair rapidamente. E você pode perder um coelho para hipotermia em questão de horas. Portanto, caso o coelho pare de comer e defecar, e se ele ficar letárgico, leve-o imediatamente ao veterinário.

A Estase Intestinal pode ser tratada, mas é mortal. Principalmente quando a temperatura cai rapidamente ou quando o tratamento adequado não é administrado com rapidez necessária. O médico veterinário irá aplicar os medicamentos necessários, que podem incluir até mesmo antibióticos e remédios para dor.

Infecções bacterianas

Os sintomas mais comuns de infecções são muco escorrendo pelos olhos e nariz, coriza, temperatura elevada e as vezes chiado nos pulmões. Como todas as doenças, é importante levar o coelho ao veterinário assim que apareçam os primeiros sintomas infecciosos. Os orelhudos possuem uma cura mais rápida e quando a doença e tratada em seu estágio inicial.

Uma das bactérias mais famosas (também responsável pela morte de vários orelhudos) é a Pasteurella. Ela já foi responsável por grande mortalidade em comunidades orelhudas, mas graças a evolução da ciência, hoje ela é facilmente tratável com o antibiótico correto.

Além disso, os coelhos são diferentes de nós, eles não espirram e não são capazes de espirrar pela boca, por exemplo. Com isso, muitas vezes coelhos acometidos de resfriados, Pastelleura ou outras infecções correm o risco de sufocar e vir a óbito. Por isso, ao apresentar os sintomas exclua a ração da alimentação deles para diminuir a chance de asfixia. Em muitos casos, o médico veterinário indicará a nebulização para abrir as vias respiratórias.

Amoxicilina é um antibiótico bastante popular que JAMAIS poderá ser administrado em coelhos. Por isso, é fundamental que procure um veterinário especializado em animais exóticos.

Muitas pessoas chegam na Adote um Orelhudo pedindo ajuda para indicar tratamentos e remédios. E para essas pessoas sempre indicamos a mesma coisa: procure imediatamente um veterinário especializado em exóticos.

Isso por que apenas o veterinário saberá indicar o tratamento correto, bem como a medicação e a dosagem certa. E além disso, um veterinário comum não pode jamais tratar seu coelho. Se ele for um profissional responsável, ele mesmo indicará um médico veterinário adequado.

Os tratamentos, remédios etc. para cães e gatos são muito diferentes dos para coelhos. Até mesmo se ele aplicar o remédio para dor errado, ou o antipulgas errado, seu coelho pode morrer. Portanto, não importa o que aconteça, busque sempre um médico veterinário especializado em exóticos.

Nunca deixe um veterinário dar a sua amoxicilina ao seu coelho. E muito menos você o administre. Ele é um antibiótico muito comum, usado em pessoas e outros animais. Porém a amoxicilina é altamente tóxica para os orelhudos e foi responsável pela morte de vários.

Sabemos que muitos tutores se veem desesperados diante de situações de emergência. Mas saibam que a ignorância é o maior inimigo da saúde do coelho, portanto busque sempre informações seguras e ajuda do médico veterinário especializado em exóticos.

Alta ou baixa temperatura

A temperatura normal de um coelho varia entre 38.3 graus e 39.4 graus. Uma temperatura muito abaixo ou acima significa que seu coelho está em perigo. Um dos primeiros passos a seguir é reduzir a temperatura se estiver muito alta, ou aumentar se estiver muito baixa. A temperatura irregular pode matar seu coelho.

Quando ele estiver com temperatura muito alta, busque umedecer as orelhas dele, e até usar garrafas de gelo (semelhante as que usamos em dias de muito calor). Se ele estiver com a temperatura muito baixa, busque mantê-lo aquecido com cobertor e bolsas de água quente envoltas em toalhas (para evitar queimaduras).

Se você não sabe medir a temperatura do seu coelho, vá ao médico veterinário. Ele fara a medição correta e poderá ensiná-lo a como fazer isso. É bacana ter esse conhecimento, principalmente quando seu coelho foi diagnosticado com alguma infecção. Assim você pode acompanhar o estado de saúde de seu orelhudo.

Ah, caso o seu coelho seja muito rebelde e agitado, é melhor sempre apelar para um profissional competente, a fim de evitar acidentes.

Urina Vermelha

A urina dos coelhos varia em cores de claro para amarelo para marrom e vermelho. Esse xixi multicolorido normalmente é normal. Varia muito de acordo com a alimentação deles. Por exemplo, o xixi vermelho pode ser por que ele comeu muitas cenouras!

Isso não significa que você não deve estar alerta. A urina vermelha também pode ser indicativo de sangue. E por consequência, algum problema no trato urinário, como uma infecção. Fique atento a qualquer sinal de alteração de comportamento ou físico. Veja se ele se senta esticado para urinar (sinal de dor e desconforto), se há perda de apetite ou temperatura. E em caso de dúvidas, consulte o médico veterinário.

Castração previne a morte de coelhas

A castração é super recomendada não apenas para evitar gravidez indesejada e para melhorar o comportamento do seu orelhudo. Ela realmente previne a morte, principalmente de fêmeas!

O risco de câncer no útero para uma coelha não castrada é de 85%, o que torna a esterilização uma necessidade. Para os coelhos machos, os benefícios são principalmente comportamentais e também são muito importantes para a saúde deles. Além de eliminar o sofrimento, eles são animais muito sensíveis e pode desenvolver doenças pelo estresse.

Resumindo, ao castrar o seu coelho e coelha, você permite que ele tenha uma vida mais longa e feliz.

Para mais informações sobre castração, leia o artigo Saiba tudo sobre castração de coelhos e coelhas.

Evite o uso de serragem no banheirinho

Evite a serragem! Elas podem ser tóxicas para o seu orelhudo! Qualquer uma feita a partir de cedro ou pinheiro é muito ruim para o seu coelho e outros animais de estimação. É muito comum que os tutores forrem gaiolas de ratos, porquinhos da índia e Hammisters com serragem, porém isso é extremamente prejudicial para a saúde deles. E nossos orelhudos não fogem a esse risco.

Os hidrocarbonetos aromáticos produzidos a partir de materiais de madeira macia podem causar danos respiratórios e hepáticos em coelhos e outros animais pequenos. A serragem causa grande dano ao sistema respiratório. O melhor material para compor o banheiro é o feno!

Mas existem outros também. Para saber quais os melhores materiais para o banheiro de coelhos, consulte o artigo Como ensinar seu coelho a usar o banheiro: tudo o que você precisa saber!

E se você é mamãe e papai de outros pequenos animais como ratos, hammister, chinchilas, porquinhas da índia etc., consulte este artigo para conhecer quais os melhores materiais para usar no banheirinho deles: Tudo sobre como a serragem mata roedores.

Dentes

Os dentes dos coelhos não param de crescer. Eles precisam constantemente serem desgastados. O feno não apenas é um ótimo alimento, como auxilia no desgaste dos dentes de nossos orelhudos.

Mas mesmo assim, nossos orelhudos podem ter problemas e apresentarem uma condição conhecida como má oclusão. Ela significa que os dentes em constante crescimento de um coelho não estão sendo desgastados corretamente.

Quando ela ocorre, o médico veterinário precisará cortá-los e, em casos mais graves, removê-los. Geralmente, a má oclusão apenas atinge os dentes da frente, mas ocasionalmente, os dentes posteriores também podem estar desalinhados. Um sintoma de má oclusão da dentição interna é quando o queixo do orelhudinho está constantemente molhado.

A má oclusão não causa apenas desconforto e dor, como impede o seu coelho de se alimentar e pode até mesmo furar a boca dele. Muita atenção a dentição de seu orelhudo e sempre ofereça muito feno!

Cuidados com cirurgias

As vezes nossos orelhudos irão precisar passar por alguma cirurgia, como quando forem castrados, por exemplo. Por isso tenha atenção as recomendações do médico veterinário. Alimentos e Água não devem ser removidos de um coelho na noite anterior à cirurgia. Qualquer alteração na dieta pode prejudicar o trato digestivo sensível do coelho e causar problemas na recuperação pós-operatória.

O principal motivo para que os veterinários de cães e gatos recomendam remover alimentos dos animais antes da cirurgia é a possibilidade de que vomitem. Os coelhos não podem vomitar, portanto, isso não é uma preocupação.

Cuidados com o pós-operatório do orelhudo são fundamentais! Mantenha-o em um ambiente limpo e calmo. Verifique diariamente se o local da incisão está inchado ou apresenta pus.

Mantenha-o alimentado e hidratado para uma rápida recuperação. Caso ele esteja recusando comida, ofereça guloseimas para abrir o apetite. Se ele não comer por, no mínimo, 24h, consulte imediatamente o veterinário.

Inclinar a cabeça

Alguns coelhos apresentam a cabeça constamente inclinada, tontura e dificuldade em se mexer. Muitas vezes, dentro de 3 a 12 horas a partir do primeiro sintoma, o coelho não conseguirá se manter em pé. Não tente proteger o coelho com toalhas. Ele pode ficar nervoso, chutar e quebrar as pernas.

Este problema normalmente e causado por infecção no ouvido, sarna auricular e/ou deficiência de vitaminas. Felizmente, ela é tratável, porém o tratamento é longo, podendo durar 12 semanas ou até mais. Durante este tempo, o coelho não pode comer, beber ou dormir sozinho.

Você deverá fazer tudo por ele. Esteja atento a ele, mantenha-o em um ambiente sem riscos. Quando o coelho finalmente se recuperar, ele ainda pode apresentar sequelas, com a cabeça um pouquinho inclinada. Estes coelhos de cabecinha inclinada são capazes de desfrutar de uma vida de qualidade, apesar da sua postura incomum.

Diarreia

Trata-se de um dos principais sintomas de que algo está errado com seu orelhudo. E um dos maiores perigos da diarreia é a desidratação. Hidratá-lo é muito importante e há casos inclusive que o médico veterinário irá indicar soro caseiro.

Caso o seu coelho apresente diarreia, não há segredo: leve-o imediatamente ao médico veterinário especializado em exóticos. A causa pode ser simples ou grave, mas apenas ele poderá identificá-la.

Abscessos

Se você encontrar um nódulo debaixo da pele do seu coelho, ou debaixo da mandíbula ou em qualquer outra parte do corpinho dele, você pode ter um abscesso causado por uma infecção bacteriana.

Os abscessos são tratáveis, porém muito graves. No Adote um Orelhudo, tivemos muitas fatalidades e amputações por conta do abscesso, mesmo eles recebendo todo o cuidado necessário. Por isso, caso apareça algum nódulo estranho, leve-o o quanto antes ao médico veterinário.

Estas são algumas das principais doenças, sintomas e cuidados que você deve ter com seu coelho. São animais muito sensíveis e todo o cuidado é pouco. Saiba que o médico veterinário especializado em exóticos deve ser o melhor amigo de mamães e papais de coelhos. Tenha sempre o telefone dele e corra para a clínica caso apareça qualquer sintoma.

Este artigo foi útil para você então compartilhe nas redes sociais para que ele possa ajudar outros tutores de coelho.

Artigo traduzido, adaptado e modificado do texto http://rabbit.org/faq-medical-concerns

5 Responses

    Boa noite!
    Preciso urgente de um veterinário para coelho. Meu coelho está com problemas de gestase ou obstrução gastrointestinal e eu não sei mais o que fazer.
    ME AJUDEM, por favor!

    O meu Coelho estar a cai todo o seu pelo gostaria de saber se isso é normal

    Meu coelho. Tá com rabo molhado e axei muco nas redes por favor o que Faso

    O meu coelho vomitou o que eu posso fazer? Ele vai morrer por causa de vomito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *